Hideraldo Montenegro


14/11/2012


ANSATA

ANSATA

E dela fosse ensinado
a fala que germina
de seus cantos aquartelados
a doçura da menina
nascente dos olhos
o grito, a sina
que tanto gestos cismam
em guardar laços
do prazer e da ferida
e da boca salgada ou doce
se faz fera ou santo
a alquimia divina

Hideraldo Montenegro

Escrito por hideraldo montenegro às 11h05
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

29/10/2012


DESTINO



DESTINO


As paredes confirmam os fatos
e cercam os sonhos
e medem os passos
-não há saída exceto pela porta
e lá fora os limites já foram demarcados
num estreito quarto

Todos os pisos pisam igualmente os pés
e fixam o destino de quem vive
cercado de limites


Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--TODA_POESIA

Escrito por hideraldo montenegro às 12h39
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

25/10/2012


VOYEUR

 

VOYEUR

não cismo com você à mesma proporção
que os vãos da boca esboçam cantos e trejeitos indisfarçáveis
caminho pelo teu rosto como uma vaca no pasto
esquadrinhando todas as fendas
Tua face é um mapa de tu’alma que exploro sem pudor
e viajo por luas, sóis, céus e piso em nuvens
sem me importar com a espessura da travessia
e não adianta se entocar em pensamentos esmos que de tocaia avanço
todos os recônditos gestos inomináveis
e, assim, lhe deixo inapelavelmente nua
e o gozo me vem pelos olhos ao contemplar
a mulher que dentro de você há


Hideraldo Montenegro

Escrito por hideraldo montenegro às 19h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

19/05/2012


REFLEXO

 

 

 

REFLEXO

A cidade tatua no peito
os percursos dos pés

A cidade invade o leito
das águas que deságuam
em viés
os sonhos das flores
que convidam os insetos
ao beijo das cores

A cidade me convida
a sonhos de luzes
que se repartem
nas águas no brilho
dos meus olhos


Hideraldo Montenegro

para conhecer adquirir o livro ANTOLOGIA acesse o link abaixo:
http://www.agbook.com.br/book/128747--ANTOLOGIA

Escrito por hideraldo montenegro às 21h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

11/05/2012


PEIXE NO AQUÁRIO

 

 

PEIXE NO AQUÁRIO

 

Nada que está no ar é seguro

Nada que voa fixa território

Nada que enxerga ao longe guarda saudade

Só esta vontade de ficar aqui

Nesta proteção amniótica

Deste horizonte definido

Hideraldo Montenegro


para adquirir o livro FLORES DE MAIO acesse:
http://www.agbook.com.br/book/127921--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 17h23
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

AFAGO

 

 

AFAGO


Se flores eu vou

por estradas de mel

-Percusos perfumados

nos teus pés

e faço cera

em teu colo

até extrair o néctar

de tua flor

 

Hideraldo Montenegro

 

para adquirir o livro FLORES DE MAIO acesse:

http://www.agbook.com.br/book/127921--FLORES_DE_MAIO

 

Escrito por hideraldo montenegro às 17h21
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

04/05/2012


AMANHECER

 

AMANHECER

 

Então, por não entender o canto

a ave de espanto assume a postura

do vôo que enfrenta os ventos

e gritos dilacerados assombram o cantar

do pássaro humano preso na garganta

 

A liberdade é só um salto

da voz que atinge a alma

em pleno vôo.

 

E, todos os caminhos voam

para um céu aberto

à morte do homem

e a liberdade do pássaro

solto na voz.

 

E todo dia se faz de repente,

sem avisos e canta a luz

do grito nascente na voz

no amanhecer

do pássaro que voa

todos os dias

nos homens

 

Hideraldo Montenegro

Escrito por hideraldo montenegro às 12h19
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

15/04/2012


CEMITÉRIO

 

 

CEMITÉRIO

 

Pequenos pedaços

de gente

fazem multidão

 

 

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

 

 

Escrito por hideraldo montenegro às 12h47
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DELICADEZA

 

DELICADEZA

 

Os gestos lembram

à mente

que precisam

ser contidos

quando o afago

é para o vidro

 

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h46
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

PRISÃO

 

PRISÃO

 

O riso solto

na gaiola

grita

a sua dor

de não ser

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h45
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LIBERDADE

 

LIBERDADE

 

Todas as árvores

acenam

para o céu

em sua alegre

prisão terra

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

DESENHO

 

DESENHO

 

Deus se move

nas asas

da borboleta

e só enxergamos

a beleza

da simetria

do vôo

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

ANUNCIAÇÃO

 

ANUNCIAÇÃO

 

Todos os toques

tocam os sinos

que anunciam

o sagrado

que há

em todos

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

LUZ

 

LUZ

 

Todos os dias

as tardes

vão se deitar

e acordam manhãs

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

Escrito por hideraldo montenegro às 12h34
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

BRILHO

 

 

BRILHO

 

Pequenos diamantes

ofuscam

grandes olhos

 

 

Hideraldo Montenegro

http://www.agbook.com.br/book/47928--FLORES_DE_MAIO

 

 

Escrito por hideraldo montenegro às 12h30
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Nordeste, JABOATAO DOS GUARARAPES, BARRA DE JANGADA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Arte e cultura, Livros
MSN -

Histórico